Dicas para gerar ideias de negócio

gerador-de-ideias

Publiquei num post anterior a metodologia do Noah Kagan que ensina a criar uma empresa milionária. O primeiro passo dessa metodologia é levantar uma lista de ideias com potencial para se transformarem em bons negócios.

Gerar essas ideias é fácil. Ideias surgem de problemas que você mesmo enfrenta ou vê outras pessoas enfrentarem. Existem alguns caminhos naturais para se encontrar esses problemas. Veja as dicas a seguir:

Fique de olho em produtos muito vendidos: você pode encontrar a necessidade de um produto ou serviço complementar a ele. Esse produto complementar pode facilitar o uso do produto principal, aumentar a segurança do uso, diminuir o desgaste, ajudar na proteção, etc. Um exemplo disso é a DODOcase, que manufatura cases de proteção para iPhone, iPad, notebooks, etc.

Monitore a sua rotina: existem muitas atividades ou tarefas que você executa repetidas vezes em casa, no trabalho, na faculdade ou na escola. Todas essas tarefas são passíveis de otimização, melhoria ou automatização. Lavar roupas, por exemplo, é uma atividade repetitiva. Uma máquina automática seria uma solução, mas somente se a pessoa dispor de espaço para secagem das roupas (o que não é meu caso, por exemplo). Uma solução que me atenderia melhor é um serviço de lavanderia diferenciado, com pagamento mensal, coleta e entrega em horários programados, etc. Eu poderia portanto criar esse serviço e oferecer para pessoas com uma rotina igual a minha.

Fique atento as suas vontades: existem coisas que você gostaria de fazer ou comprar mas no momento não pode. Encontre uma forma de encurtar o caminho até esse desejo e depois ofereça a mesma solução para outras pessoas com a mesma vontade.

Observe um mercado que lhe interessa: veja as atividades executadas, a rotina de trabalho. Encontre maneiras de diminuir a carga de trabalho manual, de melhorar os processos, de economizar matéria prima, de aumentar as vendas, etc. Se você gosta do mercado da música, por exemplo, pode encontrar formas de facilitar a venda de álbuns, ou melhorar a maneira pela qual os artistas são contratados para shows, etc.

Faça um exercício. Pegue uma folha de papel agora e escreva nela ao menos dez ideias criadas na hora. Veja como é simples. Isso demonstra que o valor de um negócio não está na ideia em si (já que é fácil tê-la), mas sim na melhor maneira de executar e adequar esse insight ao mercado.

Uma ideia sobre “Dicas para gerar ideias de negócio

  1. Pingback: 5 mercados para empreender em 2013 | Empreendedor Solo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *